Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/16 às 16h42 - Atualizado em 4/01/19 às 9h45

Ações educativas ajudam a entender mudanças no SCS

Pedestres e motoristas precisam ficar atentos

Desde o dia 9, o trânsito nos setores Comercial e Hoteleiro Sul mudou. Pistas tiveram o sentido invertido e novos semáforos passaram a funcionar. Para ajudar pedestres e motoristas a entender as alterações, diversas ações vêm sendo feitas pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF).

Duas vezes por semana ocorrem atividades que visam alertar sobre as mudanças — às quintas-feiras à noite, dentro do projeto Quinta Cultural, e durante o dia, em datas definidas pela equipe da Diretoria de Educação de Trânsito do órgão.

O trabalho de conscientização inclui a entrega de materiais explicativos sobre as alterações e ações que alertam para o respeito à sinalização de trânsito, como os semáforos que entraram em funcionamento para controlar o tráfego em cada um dos seis trechos onde a passagem de pedestres é interrompida por pistas.

Agora, a travessia de pessoas e veículos é controlada pelo equipamento. De acordo com o Detran-DF, esses dispositivos estão programados para ficarem verdes para os motoristas e vermelho para os pedestres, e o contrário ocorre por meio de botões, mediante acionamento. Ou seja, quando o cidadão aperta o botão indicando que quer passar, o ciclo é alterado em segundos, permitindo a passagem.

“Por mais que para algumas pessoas seja perda de tempo, [os semáforos] dão mais segurança na travessia de pedestres e organiza o fluxo de veículos”, destaca o administrador regional do Plano Piloto, Marcos Pacco. Foram ativados ainda dois conjuntos de semáforos entre os setores Comercial e Hoteleiro Sul. Nesses equipamentos, o funcionamento segue ciclos pré-determinados, e não contam com botões.

Além de conscientizar sobre as mudanças — trabalho que teve início duas semanas antes das alterações, diariamente, com atividades que envolviam direta e indiretamente os cidadãos —, há o alerta para o Maio Amarelo, movimento mundial pela redução de acidentes de trânsito. As ações são promovidas pelo Detran-DF, por meio de empresa contratada pelo órgão para campanhas educativas. Além disso, agentes de trânsito orientam e fiscalizam, de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

“Quando se muda, é natural que haja uma apreensão por parte da população. As ações educativas são importantes para levar as pessoas a entender como funciona o novo sistema”, frisa Marcos Pacco.

Mudanças

No Setor Comercial Sul, o tráfego de veículos passou a ser no sentido norte-sul na via entre as Quadras 4 e 5; e, na rua entre as Quadras 5 e 6, na direção sul-norte. Também foram invertidos os fluxos das vias entre as Quadras 3 e 4 e as Quadras 2 e 3, que passaram a ter os sentidos sul-norte e norte-sul, respectivamente.

No Setor Hoteleiro Sul, a via de mão dupla entre as Quadras 1 e 2 ganhou sentido único (norte-sul). Aquela entre as Quadras 2 e 3, também de mão dupla, ficou única, no sentido sul-norte. As pistas que interligam as quadras do setor continuam de mão dupla.

O objetivo das alterações é ofertar novas possibilidades de percursos, com acessos mais diretos aos setores centrais, para dar mais fluidez ao trânsito e minimizar o acúmulo de veículos. Além disso, permitir mais segurança aos pedestres no momento de atravessar as pistas.

As alterações incluíram ainda o reordenamento de estacionamentos para melhor circulação e adequação aos novos sentidos das vias. As vagas dos bolsões continuam perpendiculares ao meio-fio e aquelas nas faixas de rolamento ao longo das vias internas ficam em diagonal, para facilitar a entrada dos motoristas. No bolsão da Quadra 6, em frente à W3 Sul, os estacionamentos foram mantidos na perpendicular, com pintura e sinalização.

De acordo com o Detran-DF, além da sinalização horizontal (pinturas de faixas e setas no chão, por exemplo), a sinalização vertical feita no local conta com 243 placas, entre novas e substituídas.

Centro Legal

Desde dezembro passado, o governo intensificou o trabalho de revitalização do centro do Plano Piloto, primeiramente pela rodoviária e redondezas. Em 11 de janeiro, a ação Centro Legal chegou ao Setor Comercial Sul. Com caráter permanente, o objetivo é reestruturar a região central de Brasília por meio de mudanças físicas, de segurança e de melhoria do ambiente para a convivência.

Veja as mudanças no mapa.

Fonte: Agência Brasília

Siga nossas redes

Facebook: sec.territorioehabitacaodf

Twitter: @Habitacao_DF

Youtube: Segeth Ascom

Web: www.segeth.df.gov.br