Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/03/14 às 21h04 - Atualizado em 3/01/19 às 15h05

Beneficiários do Paranoá Parque fazem vistoria nos apartamentos

Os futuros moradores do Residencial Paranoá Parque, empreendimento do Programa Minha Casa, Minha Vida/ Morara Bem, fizeram a vistoria dos dois primeiros blocos do conjunto que vai abrigar 6.240 famílias quando estiver totalmente concluído, em dezembro de 2015. Além dos moradores, a revista foi acompanhada pela equipe de engenharia da construtora responsável pela obra e representantes da Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano – Sedhab – e da Companhia de Desenvolvimento Habitacional – Codhab.

A inspeção realizada pelos beneficiários da política habitacional do Governo do Distrito Federal foi antecedida de orientações sobre a obra e os aparelhos instalados na unidade habitacional. Eles também conheceram detalhes do projeto arquitetônico. Após a vistoria, os moradores assinam o contrato com a instituição financeira, último passo antes de receberem as chaves dos apartamentos.

A futura moradora do Paranoá Parque, Elonice Roza de Souza Bezerra, não conteve as lágrimas quando entrou na nova moradia. Foram anos pagando aluguel, mas agora ela tem certeza que a vida será diferente. “Agora vou pagar pelo que é meu. Sofri muito… mas consegui o meu canto”, disse ela, sem esconder a emoção.

O Paranoá Parque tem custo previsto em R$ 405,6 milhões, e contará com obras de infraestrutura, como água encanada, esgoto, luz, iluminação pública, drenagem pluvial, pavimentação, calçadas e meios fios.  Cada unidade custará R$ 65 mil para o beneficiário
Ao todo são 390 blocos de quatro pavimentos (térreo mais três). Cada bloco tem 16 unidades habitacionais, com 46 metros quadrados, dois quartos, sala, banheiro e cozinha acoplada com área de serviço. As moradias são destinadas a famílias da faixa um do programa Minha Casa Minha Vida/Morar Bem, ou seja, com renda mensal de até R$ 1,6 mil.