Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/07/14 às 19h29 - Atualizado em 3/01/19 às 15h31

Famílias de baixa renda recebem moradias pelo Programa Minha Casa, Minha Vida

Mais de 5,4 mil famílias de sete estados do Brasil e do Distrito Federal conquistaram o sonho da moradia nesta quinta-feira (3), pelo Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. A presidenta Dilma Rousseff esteve em Brasília, no empreendimento Residencial Paranoá Parque, para fazer a entrega dessas moradias, num ato interativo com todas as localidades e transmitido simultaneamente para todo o país. Só no empreendimento do DF, localizado no Paranoá, foram entregues 464 apartamentos.

Entre os beneficiários do Paranoá Parque está a cabelereira Floriza Oliveira de Melo, 42 anos. A maranhense mora no DF há 21 anos e aguardava pela moradia própria há 15 anos. Mãe de três filhos e já avó, ela agradece ao Governo do Distrito Federal. “Eu nunca tive oportunidade em outros governos. Neste, eu estou tendo essa oportunidade. Foi uma porta que abriu para todo mundo. É um presente de Deus e uma segurança para os meus filhos. Já morei até na rua”, disse a beneficiária.

A Presidenta Dilma Rousseff, que elogiou o projeto do Paranoá Parque, lembrou a importância do programa habitacional. “Tenho imenso orgulho deste programa, que é o maior programa habitacional que este país já teve. A casa própria é onde construímos relações afetivas. É um lar, cheio de afeto, vida e emoção. E além da casa própria, o programa dá emprego”, destacou.

Foi por meio do programa que a pernambucana Marciana Souza Leite, 22 anos, conseguiu o primeiro emprego na construção civil. Ela, que mora no DF há cinco anos, deixou a cidade natal em busca de oportunidades. Hoje, Marciana consegue o sustento do único filho com o trabalho de gesseira no canteiro de obras do Paranoá Parque. E o que aprendeu, conquistou no atual emprego. “Fiquei sabendo que estavam contratando mulheres. Pedi a oportunidade e consegui. Não tinha experiência, mas aprendi”, contou.

Os apartamentos entregues nesta quinta-feira são destinados às famílias cuja renda mensal não passa de R$ 1,6 mil e são financiados pela Caixa Econômica Federal. Quando o Paranoá Parque estiver pronto, serão 6.240 moradias, dividias em 390 blocos de quatro pavimentos (térreo mais três). Cada bloco terá 16 unidades habitacionais, com 46 metros quadrados, dois quartos, sala, banheiro e cozinha acoplada com área de serviço.

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, destacou que assumiu o Governo do Distrito Federal sem que Brasília estivesse credenciada no Programa Minha Casa Minha Vida. “Com essa parceria, já estão em construção 100 mil unidades habitacionais, para garantir o sonho da casa própria aos moradores do DF”, declarou o governador Agnelo.

A secretária de Habitação, Jane Diehl, lembrou que quem pertence à faixa um tem toda a atenção do governo. “O programa habitacional que estamos tocando, em pouco mais de três anos, oferece moradias com toda a infraestrutura, como água, luz, paisagismo, praças, espaços de convivência, pavimentação e, muito importante, a escritura definitiva”, afirmou a secretária de Habitação, Jane Diehl.

As obras de infraestrutura no Paranoá Parque têm custo previsto em R$ 45 milhões. Os recursos garantem a implantação de água encanada, esgoto, luz, iluminação pública, drenagem pluvial, pavimentação, calçadas e meios fios. O dinheiro é oriundo de empréstimo do GDF junto à Caixa Econômica Federal e será repassada à empresa que venceu a licitação para construção dos prédios. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) voltado ao Minha Casa, Minha Vida.

Em todo o país, o governo Federal, pelo Programa Minha Casa, Minha Vida, já entregou 1,7 milhões de moradias.