Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/11/13 às 12h27 - Atualizado em 3/01/19 às 14h48

Parque Ecológico Ermida Dom Bosco recebe melhorias

A revitalização do Parque Ecológico Ermida Dom Bosco, no Lago Sul, ficou pronta. E neste sábado (9), o GDF entregou as melhorias à comunidade. As mudanças foram feitas pelo programa “Brasília, Cidade Parque”, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e de Recursos Hídricos (Semarh) e pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram).

Os investimentos, de aproximadamente R$ 2,7 milhões, foram aplicados na construção da sede administrativa, do salão de atividades socioambientais, de banheiros, quiosque, na reforma do anfiteatro e capela, e ampliação do estacionamento.

O secretário de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano, Geraldo Magela, fez questão de prestigiar o evento, que também contou com a presença do governador do Distrito Federal em exercício, Tadeu Filippelli, do secretário de Meio Ambiente, Eduardo Brandão, do presidente do Ibram, Nilton Reis, e do administrador do Lago Sul, Wander Azevedo.

Para o governador em exercício, Tadeu Filippelli, a revitalização do parque é fruto de uma compensação ambiental pelas obras do aeroporto. “O governo optou em aplicar aqui, um lugar que tem uma importância histórica para a cidade. Manifesto o nosso compromisso de continuar proporcionando este caminhar, com os olhos colocados em um tema tão importante que é o meio ambiente”, disse Filippelli.

Na ocasião, Magela ressaltou que tem muito orgulho do projeto. “O governador Agnelo Queiroz, junto com o vice-governador, Tadeu Filippelli, estão coordenado uma equipe que está de fato olhando para Brasília hoje, mas também para os próximos 50 anos, especialmente na questão ambiental. Os parques que estão sendo feitos no DF são para que a população se aproprie deles. Este parque é nosso. Este Parque é do Lago Sul e de todo o DF”, declarou Magela.

O secretário Eduardo Brandão disse que, com a entrega do 11º parque revitalizado, é possível dizer que o grande legado para Brasília será a qualidade de vida proporcionada por eles, que não vão deixar de receber recursos graças às compensações ambientais.

O programa “Brasília, Cidade Parque” foi criado em junho de 2011 com o objetivo de fazer com que as construtoras executem os termos de compromisso que regulamentam a compensação ambiental.

Saiba mais – O Parque Ecológico Ermida Dom Bosco possui área de 131 hectares, com fauna e flora típicas do cerrado, às margens do Lago Paranoá. Oferece trilha de cerca de 2 km, com certo grau de dificuldade, pelo relevo acidentado. Do local, é possível ter uma vista panorâmica da área central de Brasília e do Palácio da Alvorada.

No parque ecológico também está a Ermida Dom Bosco, monumento em homenagem ao padre João Belchior Bosco, que teria sonhado com o surgimento da capital; além de uma capelinha. Na parte inferior, há um anfiteatro a céu aberto com capacidade para 10 mil pessoas. O parque funciona das 6h às 19h, diariamente.