gototop
SEGETH
FacebookTwitterYoutube
Vlibras Aumentar Contraste Cores Originais

Ascom

Empresa pública do DF é convidada para falar sobre assistência técnica 

Acordo judicial resolveu irregularidades em shopping de Ceilândia

É possível aderir ao processo de compra até o dia 6 

artigo secretário Thiago de Andrade

Mudança é a primeira etapa do processo de regularização desses locais.

Novos parcelamentos devem beneficiar mais de mil pessoas

Empresários conversaram sobre medidas de desburocratização

Quinta, 24 Agosto 2017

Lago Sul comemora 57 anos

Programação de aniversário, elaborada em parceria com comerciantes locais, se inicia na sexta (25). No domingo, o Parque da Asa Delta será reaberto

Organizado pela Administração Regional do Lago Sul em parceria com comerciantes locais, o aniversário dos 57 anos da região terá desfile, exposição, corrida e entrega de obras (veja a programação).

A região administrativa nasceu com a construção de casas para servir de residência a diretores da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), à época da construção da cidade, no fim da década de 1950.

O nome Lago Sul originou-se da posição geográfica da área, à margem sul do Lago Paranoá. São aproximadamente 7 quilômetros da administração regional, na QI 13, até a Rodoviária do Plano Piloto, ligados por três pontes: Honestino Guimarães, das Garças e Juscelino Kubitschek.

De acordo com a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios de 2014, da Companhia de Planejamento do DF, a população urbana é estimada em 31.206 habitantes, e a média da renda domiciliar, em R$ 21.794,64.

Parque da Asa Delta será reaberto

A programação de aniversário do Lago Sul inclui a reabertura do Parque da Asa Delta, entre as QLs 12 e 14. Depois de quase dois anos fechado, o local recebeu ciclovia e trilhas. A cerimônia será no domingo (27), às 9 horas.

Também faz parte da festividade o 29º Encontro de Veículos Antigos do Centro-Oeste, de 25 a 27 de agosto, no Pontão do Lago Sul. Promovido pelo Veteran Car Club de Brasília, o evento conta com a parceria da administração regional, que cedeu o espaço.

Fonte: Agência Brasília

Siga nossas redes

Facebook: sec.gestaodoterritorioehabitacaodf

Twitter: @Habitacao_DF

Youtube: Segeth Ascom

Web: www.segeth.df.gov.br

Número é contabilizado desde o início desta gestão. Quantidade é pouco menos da metade do total entregue por todos os governos anteriores somados — 63 mil documentos da fundação da cidade até 2014

Moradores de Planaltina receberam 944 escrituras na manhã desta quarta-feira (23) e foram incluídos no processo de regularização fundiária vigente no Distrito Federal. Desde 2015, distribuíram-se 30.586 documentos.

A intenção é terminar a gestão com a distribuição de cerca de 63 mil documentos, equivalente ao que foi entregue em toda a história do DF.

"Desde que eu vim aqui pela primeira vez, como deputado distrital, a regularização fundiária era o sonho da população. Não pude realizá-lo como distrital nem como senador, mas posso realizar e estou realizando como governador", disse Rodrigo Rollemberg.

A cerimônia de hoje ocorreu no Setor Residencial Leste, um dos quatro bairros beneficiados. Os outros três são Setor Residencial Norte, Vila Vicentina e Vila Nossa Senhora de Fátima.

Para Maria do Socorro Alves, de 73 anos, é o fim da espera de quase 50 anos. "Nunca tive casa própria. É uma emoção tão grande que ninguém pode imaginar o que estou sentindo", disse.

Outra pessoa que saiu com o documento definitivo de posse do seu lote foi o autônomo Carlos Henrique Lourenço, de 61 anos. "Estamos no mesmo lote há 32 anos. É um alívio muito grande ser o dono de fato do lugar onde eu moro", afirmou ao lado da esposa, Vecelina Rodrigues Lourenço, de 57 anos.

O governador destacou algumas obras do governo que estão em andamento em Planaltina, como a construção de uma nova delegacia, de duas unidades básicas de saúde, de uma vila olímpica e do complexo cultural. Ele falou também da pavimentação, do asfaltamento e do recapeamento de algumas vias da região.

Famílias com até três salários mínimos não pagam lavratura em cartório

A escritura, oferecida de forma gratuita para famílias com renda de até três salários mínimos, é emitida na Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab). Isso significa uma economia para o beneficiário de R$ 718, valor pago atualmente pela lavratura em cartório.

Após receber o documento, é necessário apenas pagar a taxa obrigatória no Cartório de Registro, que varia de R$ 300 a R$ 600.

A regularização fundiária faz parte do Lote Legal, um dos cinco eixos de atuação do Habita Brasília, programa habitacional do governo de Brasília.

Fonte: Agência Brasília

Siga nossas redes

Facebook: sec.gestaodoterritorioehabitacaodf

Twitter: @Habitacao_DF

Youtube: Segeth Ascom

Web: www.segeth.df.gov.br

Moradores do Trecho 3 têm até 15 de setembro para manifestar interesse 

Audiência Pública debate PPCUB neste sábado

Consulta Pública acontece nesta quarta-feira

Venha debater a preservação de Brasília 

A população do Distrito Federal agora possui mais uma ferramenta para gestão do patrimônio cultural da cidade, o novo site da proposta do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB).

No ar desde a segunda-feira, dia 14, a plataforma é fruto do trabalho da equipe técnica da Secretaria de Gestão do Território e Habitação (Segeth) e reúne documentos técnicos e debates realizados para a construção do instrumento que pretende disciplinar os usos, a ocupação e os parâmetros de conservação e preservação do Conjunto Urbanísticos de Brasília, o CUB.

O site traz informações sobre a primeira proposta encaminhada à Câmara Legislativa em 2012, a segunda de 2013 e a sua posterior revisão feita em 2014. Além disso, documenta o novo processo de debates iniciado em 2015 e conta com uma câmara temática, que possui representantes da sociedade civil, contribuindo com a construção da proposta.

A íntegra das reuniões da câmara pode ser acessada por áudio, atas e documentos de apoio. Além disso, está ativo um fórum online para que a comunidade em geral possa deixar suas contribuições e impressões sobre o PPCUB. O site também traz o histórico de audiências e consultas virtuais já realizadas. Conheça essa importante ferramenta de participação popular: http://www.segeth.df.gov.br/index.php?option=com_content&;view=article&id=518

Audiência Pública

A próxima Audiência Pública sobre o Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB) acontecerá no dia 19, às 9horas, no Auditório do Museu da República. A sessão debaterá sobre os "Critérios e Diretrizes para Salvaguarda e a Divisão do Território do Conjunto Urbanístico de Brasília, e Diretrizes Setoriais para Mobilidade, Habitação e Espaços Públicos".

Siga nossas redes

Facebook: sec.gestaodoterritorioehabitacaodf

Twitter: @Habitacao_DF

Youtube: Segeth Ascom

Web: www.segeth.df.gov.br

Palestra acontece na terça-feira, dia 15

Página 1 de 74
nosurbanos
habita
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Comunicação Notícias Ascom